ÚLTIMAS NOTÍCIAS

quinta-feira, 17 de maio de 2018

CONFUSÃO: Seis mulheres assaltam coletivo em Fortaleza; uma grávida e outra com bebê de colo

Grupo conseguiu fugir, mas os pertences foram recuperados

Ônibus em Fortaleza são frequentemente alvo de assaltos (FOTO: O POVO.doc)

Um grupo de seis mulheres assaltou o motorista e o cobrador de um ônibus da linha 41 (Parangaba/Papicu, via Oliveira Paiva), por volta das 11h30min desta quinta-feira, 17, segundo informou, em entrevista para O POVO Online, testemunha que preferiu não ser identificada.  

As mulheres subiram pelas portas de trás do coletivo cuja entrada era pela dianteira. Das seis, três, que aparentavam ser menores de idade, entraram rapidamente e conseguiram se esconder. 

“Eu vi quando as três primeiras entraram muito rápido. Uma se escondeu debaixo de um banco, outra sentou na última cadeira e agiu como se nada tivesse acontecendo, e a terceira se agachou no degrau das portas, coberta pelos bancos”, declarou a testemunha. 

O trio restante, composto por uma grávida, uma moça com um bebê no colo e outra mulher identificada com um vestido rosa, foi visto pelo cobrador. Ele, então, pediu para que as três moças descessem e retornassem ao coletivo pelas portas da frente, e assim fizeram. Dessa forma, três foram para a frente e três permaneceram escondidas na traseira do coletivo. 

Em certa altura da Avenida Washington Soares, o trio da parte de trás do veículo deu sinal para descer. Uma das moças, no entanto, esqueceu o chinelo no coletivo e voltou para buscá-lo. Nesse momento, o motorista fechou as portas traseiras, prendendo o corpo da mulher. 

A moça, com a ajuda das duas que já estavam fora do transporte, empurrou a porta até conseguir abrir, e o trio retornou ao coletivo. O motorista, então, fechou as portas novamente e as três começaram a chutá-las com força, tentando fugir mais uma vez. 

De acordo com a testemunha, uma delas chegou a dizer que o pé estava preso em uma das portas para que o motorista abrisse, mas ele não o fez. “Todo mundo ficou assustado e segurou as bolsas sem saber o que fazer”, disse. 

Enquanto elas chamavam atenção na parte de trás, o trio da frente tentou pular a catraca e se juntar ao grupo. O cobrador, no entanto, impediu a passagem. “Então elas começaram a gritar ‘passa, passa, essa aqui tá grávida, deixa ela passar’“, contou a testemunha.  

A essa altura da viagem, o motorista parou no primeiro ponto de parada da Avenida Oliveira Paiva para que alguns passageiros pudessem descer, e outros pudessem subir. O trio da frente, então, aproveitou para sair rapidamente do ônibus, levando pertences do cobrador e do motorista. “Antes de descerem, elas levaram pertences do cobrador, o aparelho de som do motorista e dinheiro também”, detalhou.

Nesse momento, o trio de trás desceu do ônibus também. O grupo se reuniu e começou a fugir na direção da Avenida Washington Soares. O cobrador e o motorista correram para alcançá-las. De acordo com a testemunha, o cobrador portava uma arma de choque. “Lá de trás (do ônibus) ouvimos barulhos, a gente não conseguiu identificar no começo, mas depois entendemos que era uma arma de choque”, explicou. “O cobrador saiu atrás delas com a arma de choque para recuperar as coisas. O motorista, muito apressado, tirou o cinto e correu também”, completou.

A testemunha disse que outras pessoas acompanharam a dupla na perseguição, inclusive cobradores de outras linhas. De acordo com ela, o motorista e o cobrador voltaram pouco tempo depois com os pertences recuperados e a viagem seguiu. O grupo conseguiu fugir. 

Fonte: O Povo/ GABRIELLE ZARANZA

Nenhum comentário: