ÚLTIMAS NOTÍCIAS

terça-feira, 22 de maio de 2018

JIJOCA DE JERICOACOARA: Polícia Civil elucida três homicídios ocorridos em um mês

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da Delegacia Municipal de Jijoca de Jericoacoara, elucidou três homicídios, ocorridos na vila de pescadores, entre março e abril deste ano. Após o aprofundamento das investigações da equipe policial, foi possível identificar e indiciar o autor dos crimes, nessa segunda-feira (21), no município da Área Integrada de Segurança 17 (AIS 17).

O trabalho de investigação policial que confirmou à autoria dos crimes foi possível graças à prisão de João Alef Moreira de Oliveira (24), conhecido como “Alefim”. O suspeito foi capturado no dia 8 de maio, na localidade do Preá, e se encontra recolhido, desde então, em uma unidade do sistema penitenciário do Estado, por força de prisão preventiva representada pelo delegado de Jijoca. À época, ele foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo.

“Alefim” foi indiciado pela morte de Beni Ferreira Alves (47), sem passagem pela polícia, ocorrida no dia 24 de março na localidade de Carro Quebrado, em Jijoca. Outra vítima do suspeito foi Raimundo Nonato da Costa (40), vulgo “Ednardo”, também sem passagem pela polícia, que morreu no dia 24 de abril, na localidade de Córrego da Forquilha II, também em Jijoca. Nesses dois homicídios, “Alefim” agiu em coautoria com um adolescente ainda não identificado. “Alefim” foi indiciado também pela morte de Antônio Álvaro Albuquerque (22), com antecedentes criminais por tráfico de drogas, ocorrida no dia 19 de março na praia de Jericoacoara.

Nos três inquéritos policiais dos quais o suspeito responde, a Polícia Civil reuniu provas e indícios necessários que substanciaram o indiciamento de “Alefim”. De acordo com os levantamentos feitos, as mortes teriam relação com dívidas do tráfico de drogas. A Polícia ainda apura as circunstâncias de um quarto homicídio, que vitimou Francisco Jair de Sousa, ocorrido na Praia da Barrinha, no dia 4 de maio. As investigações seguem em andamento

Fonte: SSPDS

Nenhum comentário: